TCU constata baixo nível de gestão de TI na administração federal

Apenas 5% das 265 instituições pesquisadas estão em estado aprimorado de governança de TI

O Tribunal de Contas da União (TCU) divulgou, nesta segunda-feira, dia 27, o resultado de levantamento sobre governança de Tecnologia da Informação na administração pública. De acordo com o relatório, apenas 5% das 265 instituições pesquisadas estão em estágio aprimorado de gestão e governança de TI, sendo que 38% estão em estágio intermediário e 57% em estágio inicial.

O ministro Aroldo Cedraz, relator do processo, destacou não houve melhora nos indicadores de segurança da informação em relação ao levantamento anterior, a despeito da recomendação emitida pelo TCU. A Administração, de forma geral, continua a desconhecer e a não proteger suas informações críticas adequadamente. Ele recomendou que o governo e a justiça orientem as unidades sob sua jurisdição acerca da necessidade de estabelecer formalmente: objetivos institucionais de TI alinhados às estratégias da instituição; indicadores para cada objetivo definido, preferencialmente em termos de benefícios para a instituição; metas para cada indicador definido; mecanismos para que a alta administração acompanhe o desempenho da TI da instituição.

Para traçar o perfil de governança de TI 2010, o TCU recebeu informações de 265 instituições, como ministérios, tribunais federais, agências reguladoras, universidades federais, fundações, autarquias, secretarias e empresas públicas. Estas responderam a um questionário com 32 questões (152 subquestões), organizado segundo critérios do Gespública, programa federal coordenado pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão para avaliação e melhoria da qualidade da gestão pública.
Fonte: Tele Síntese

Anúncios