Telebrás marca para dia 20 primeiro pregão de equipamentos do PNBL

A Telebrás abriu nesta quarta-feira, 6/10, o processo para aquisição de infraestrutura básica para proteção e guarda dos equipamentos que serão utilizados na rede pública de fibras ópticas, parte do Plano Nacional de Banda Larga. A compra será na modalidade de pregão eletrônico com registro de preços, marcado para o próximo dia 20, via Comprasnet.

O objetivo é adquirir solução de infraestrutura básica, com fornecimento de contêineres, gabinetes e materiais, necessária para o funcionamento e proteção dos equipamentos ópticos, rádio e IP, a serem utilizados na rede nacional de telecomunicações. Isso inclui garantia e assistência técnica, instalação, treinamento e operação inicial.

Além dos itens, deverá ser fornecido um sistema de vigilância por câmeras IP com sensores de presença, gravação, armazenamento local e a transmissão das imagens pela estrutura de rede IP do sistema. Deverá ser fornecido também um elemento de rede que faça a agregação das imagens das diversas câmeras e que possa ser interconectado à rede IP do sistema.

A escolha dos fornecedores se dará pelo menor preço por grupo. O edital permite a participação de empresas reunidas em consórcio e será adotado, como critério de desempate, a preferência de contratação para as microempresas e empresas de pequeno porte – por empate entende-se propostas que sejam iguais ou até 5% superiores à proposta mais bem classificada.

O registro de preços valerá por 12 meses. Já os prazos de vigência dos contratos serão de 42 meses a partir da data de assinatura. Além do edital divulgado nesta quarta-feira, 06/10, a Telebrás já apresentou cinco termos de referência para recebimento de contribuições relativos aos equipamentos DWDM, tecnologia escolhida para “iluminar” as fibras ópticas, três propostas para a camada IP da rede e ainda um para equipamentos de rádio enlace.

A expectativa da estatal é concluir os pregões até meados de novembro. E embora o prazo seja cada vez mais curto, mantém como meta a conexão das 100 primeiras cidades a serem atendidas pelo PNBL até o fim deste ano.
Fonte:Convergência Digital

Anúncios